Sócio de auditoria que nega rombo no BNDES já foi testemunha de Lula na Lava Jato.

Sócio da Cleary Gottlieb Steen & Hamilton escritório que recebeu R$ 48 milhões para realizar a auditoria do BNDES e não encontrar nada – já testemunhou a favor de Luiz Inácio Lula da Silva.

Em 2017, Juan Giraldez foi ouvido pelo então juiz Sergio Moro, por meio de videoconferência, acerca de suposto recebimento de propina de Lula pela Odebrecht. Vale lembrar que em 2010, durante a gestão de Luciano Coutinho frente ao BNDES – gestão que fazia parte do período a ser auditado – o escritório de Giraldez foi contratado para prestar consultoria.

Observa-se que a falta de resultados encontrados na auditoria realizada pelo escritório que já esteve a serviço do Governo PT se contrapõe à ao relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito do BNDES, realizada em 2019. O relatório final só não recomendou o indiciamento dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff por conta de um acerto com a oposição para garantir a sua aprovação.

Bolsonaro não contratou Cleary Gottlieb Steen & Hamilton . O Contrato foi pago no governo Temer.

Referências : Site oficial Cleary Gottlieb Steen & HamiltonRevista Veja tetemunho Juan Giraldez –

Curvelo (MG) 26/01/2020 – 10:03h

José Carlos Martins
One comment to “Sócio de auditoria que nega rombo no BNDES já foi testemunha de Lula na Lava Jato.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *