Professor foi preso por apologia ao crime depois de elogiar assassinato de PM

Professor de geografia foi preso em Belo Horizonte nesta terça (17/09)

Pablo Emmanuel Gonzaga Coelho chamou atenção depois que ele comentou “parabéns ao menino da moto” na reportagem “PM é assassinado por homens que passaram em moto atirando em Ibirité, na Grande BH”,  

Pablo foi preso na casa dele, no bairro Novo Tupi, na região Norte da capital mineira. Ele dá aula de geografia em uma escola estadual no bairro Guarani, na mesma região. 

Pablo se desculpou e disse que está à disposição da Justiça;

A postagem foi feita na página da Rádio Itatiaia no FaceBook

O caso

Um cabo da Polícia Militar (PM) morreu baleado na noite dessa segunda-feira (16) em Ibirité, na Grande BH. A vítima, Sérgio Ricardo Silvério Cavalcanti, de 35 anos, estava em um veículo Gol na rua Acre, bairro Vista Alegre, em companhia de familiares, quando dois homens passaram em uma moto e começaram a atirar.

Ainda não se sabe quem exatamente seria o alvo dos bandidos.

Dentro do veículo estavam um irmão do policial (que seria usuário de drogas),  uma cunhada (atingida no braço) e um bebê (que teve escoriações leves). 

Referências : Itatiaia

Curvelo 17/09/2019 – 21:13h

José Carlos Martins
4 comments to “Professor foi preso por apologia ao crime depois de elogiar assassinato de PM”
  1. Deveria existir uma lei que pudesse deixar a pessoa a vontade para não querer a polícia, aí ela se cadastrava como optante de não polícia e quando se encontrasse em uma situação que necessitasse do socorro policial essa pessoa ligaria para o “menino da moto”.
    Será que haveria alguém que opte?
    Com certeza não, né!?

    Agora vai pro cantinho do pensamento e pense na besteira que fez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *