OMS diz que Covid é transmitido pelo ar, mas pode ser que não.

A OMS vem se destacando por falar um dia e “desfalar” alguns dias depois. Mas agora desmentiu no mesmo pronunciamento.

Cerca de 240 especialistas de 32 países assinaram uma carta aberta e que será veiculada na revista americana Clinical Infectious Diseases, na semana que vem, afirmando que há evidências de que o novo coronavírus, mesmo em partículas menores, está no ar e pode infectar as pessoas. Eles pedem que a Organização Mundial da Saúde (OMS) revise as recomendações sobre contaminação, segundo publicação no jornal The New York Times, deste sábado.

Na atualização mais recente lançada sobre a doença, no dia 29 de junho, a OMS, afirmou que o novo coronavírus se espalha principalmente de pessoa para pessoa por meio de pequenas gotas expelidas pelo nariz ou boca, após tosse, espirro ou simplesmente uma fala.

Mas após afirmar a OMS diz não ter evidências.

Benedetta Allegranzi, líder técnica da Organização das Nações Unidas para o Controle de Infecções, disse que as evidências do vírus espalhado pelo ar não são convincentes

– Especialmente nos últimos dois meses, temos declarado várias vezes que consideramos a transmissão aérea possível, mas certamente não suportada por evidências sólidas ou até claras. Há um forte debate sobre isso.

A Organização está muito desorganizada. Por estas e outras Trump abandonou a OMS.

Não dá para se orientar por uma organização sem credibilidade

Referência: O Globo

Curvelo (MG) 08/07/2020

José Carlos Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *