Guedes propõe fim de farra bilionária dos conselhos de classe

O país tem 1 milhão de advogados pagando em média R$ 800,00 por ano. Só a OAB sozinha é quase R$ 1 bilhão.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, encaminhou ao Congresso uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que acaba com a inscrição obrigatória de trabalhadores em alguns conselhos de classe.

O texto estabelece que profissionais não precisam integrar os conselhos desde que a ausência de regulação não “caracterize risco de dano concreto à vida, à saúde, à segurança ou à ordem social”. O site Poder360 publicou a íntegra do documento.

O projeto do governo Jair Bolsonaro também afirma que conselhos profissionais “são pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, que atuam em colaboração com o poder público”.

Atualmente, há o entendimento de que essas entidades podem ser consideradas autarquias.

Na exposição de motivos que acompanha a PEC, Guedes afirma que a medida “afasta definitivamente” essa possibilidade.

Raquel Brugnera escreveu o seguinte texto :

A OAB, o CREA, o CRM, os demais conselhos, as anuidades e a liberdade que todos deveriam ter para trabalhar

Sabe quantos advogados temos no Brasil? Uma pesquisa de 2018 revelou um milhão! Anuidade da OAB é mil reais em média.

Faz a conta ai: 1 milhão vezes mil reais por ano, dá quanto?

Sabe quantos médicos existem no Brasil? Dados de 2018 mostram 452 mil médicos. Anuidade de R$ 800,00 em média.

Faz a conta: 452.000 x 800,00, dá quanto?

E de engenharia e agronomia as anuidades do CONFEA podem variar de 500,00 para pessoa física e 4 mil reais para pessoa jurídica, segundo o site oficial e são mais de 1 milhão e 600 mil profissionais na área.

Aí vai lá Paulo Guedes e propõe a PEC 108 onde DESOBRIGA os profissionais de se inscreverem em seus respectivos conselhos.

LIBERALISMO econômico é isso…LIBERDADE!

DESBUROCRATIZAÇÃO, LIVRE COMÉRCIO E LIVRE CONCORRÊNCIA

Essa é a roda capitalista que move o mundo…

O problema do Brasil é a dependência que as instituições criam sob os cidadãos, por isso veremos uma disputa complicada para o governo, com os grupos que giram BILHÕES em anuidades de cada profissional – que é proibido de exercer sua profissão caso não esteja registrado em seu conselho.

 

Curvelo 15/07/2019  -23:00h

Referências : poder360 OAB JornaldacidadeonlineBlogexamedaordem

José Carlos Martins

Economista graduado pela PUC-MG, pós graduando em Engenharia de Produção ,técnico em administração de empresas, ex- reservista TG 04/29 Exército Brasileiro .Membro do grupo Direita Curvelo desde outubro 2017. Cristão , conservador
José Carlos Martins
4 comments to “Guedes propõe fim de farra bilionária dos conselhos de classe”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *