Porque há tantos crimes contra a família envolvendo casais de lésbicas

Casais gays, especialmente lésbicos, são mais violentos que os héteros, além de mais propensos a abusos de drogas e álcool. Não só violentos entre si, mas com as crianças.

O perfil do Twitter Kim Glória Borger descobriu um estudo, que mostra que os recentes casos de violência envolvendo casais lésbicos, não são casos isolados. São uma tendência. Reproduzimos o Thread Reader :

Apenas 15% de todos os relacionamentos homossexuais duram mais de 5 anos.

70% dos psiquiatras concluem que os problemas psicológicos advém da própria pessoa e não dos estigmas sociais

NENHUM dos casais com mais de 5 anos são fieis ou exclusivos, de acordo com estudo realizado

75% dos casais lésbicos declaram precisar de acompanhamento psicológico

homens gays tentam se matar 6x mais que os héteros

mais de 25% são considerados alcoólatras

28% tiveram mais de MIL PARCEIROS SEXUAIS em suas vidas, 43% mais de QUINHENTOS

a media entre 101 e 500

90% das lésbicas sofrem abusos verbais e 31% abusos físicos em relacionamentos

são 3x mais propensas ao alcoolismo

29% deles foram expostos a abusos quando pequenos, contra 0.6% dos héteros

a sua expectativa de vida é entre 8 e 20 (!) anos a menos

isso é questão de saúde publica, proliferação de doenças mentais, emocionais e físicas. lutar contra a normalização disso, especialmente entre crianças, é um DEVER 

As fontes de referências do Thread Reader foram:

Este não é um artigo de opinião é baseado nas referências do Thread Reader de Kim Gloria Borger e nas referências likadas logo abaixo.

Referências : BBCPromiscuidade sexual entre os homossexuaisSuicídio LGBTExpectativa vida homossexuaisalcoolismoinfidelidadeabuso entre lésbicas

Curvelo (MG) 09/02/2020 – 09:38h

José Carlos Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *