Pompeo diz ter provas que a China “comprou” Tedros Adhanom da OMS

O secretário de Estado dos EUA, disse a um grupo de legisladores britânicos que a China havia “comprado” o chefe da Organização Mundial da Saúde.

Em uma reunião privada em Londres na terça-feira, Pompeo disse que havia provas para mostrar que um acordo havia sido feito para que Tedros Adhanom Ghebreyesus fosse eleito diretor-geral da OMS – e que isso resultou na morte de cidadãos britânicos por coronavírus , disseram as pessoas.

Três dos presentes à reunião, que falaram sob condição de anonimato, porque a discussão era privada, disseram que Pompeo disse acreditar que a China havia comprado o chefe da OMS. Ele não deu mais detalhes do que queria dizer, mas disse que havia provas para apoiar esse comentário.

A Embaixada da China em Londres e o Departamento de Estado não responderam aos pedidos de comentários por e-mail. A OMS rejeitou “alegações infundadas”, que surgiram pela primeira vez em jornais britânicos, incluindo o Telegraph, na terça-feira.

As alegações de Pompeo marcam uma escalada significativa nas críticas do governo Trump à OMS e à resposta da China à pandemia. Autoridades americanas disseram que a OMS permitiu que o surto de coronavírus saísse do controle e o presidente Donald Trump disse que é muito próximo da China.

Falando um dia após a reunião de terça-feira, o membro conservador do parlamento Iain Duncan Smith, presente, confirmou que Pompeo disse que a China influenciou as eleições diretor-gerais da OMS em maio de 2017, para que Tedros vencesse.

“Ele afirmou abertamente que a chegada do atual chefe, que levou a OMS para trás e se tornou bastante política”, disse Duncan Smith à Bloomberg TV quarta-feira, quando questionado sobre os comentários de Pompeo. “Ele disse, portanto, que a China conseguiu que outros garantissem que votaram nesse candidato em particular na época e é por isso que os EUA, disse ele, decidiram retirar e usar o dinheiro”, para enfrentar alguns dos projetos apoiados pela OMS.

Referências : BloombergThe Telegraph

Curvelo (MG) 22/07/2020 – 2016h

José Carlos Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *