Nem Folha de São Paulo, nem nenhum outro – Governo cancela licitação para jornais impressos.

Governo Bolsonaro deixa de comprar jornais e revistas impressos .

Após dizer que iria fazer licitação para compra de jornais impressos, excluindo o Jornal esquerdista Folha de São Paulo, o presidente foi duramente criticado.

A presidência da república decidiu não comprar jornal algum.

O contrato de fornecimento de jornais e revistas, que se encerraria no fim deste ano, não será renovado. Agora, o governo de Jair Bolsonaro deverá manter apenas assinaturas de veículos digitais no próximo ano.

O contrato de 2017, era de R$ 582.911,40 anuais para entrega de jornais e revistas nacionais e estrangeiros no Palácio do Planalto e no escritório regional da Presidência em São Paulo, além de assinaturas digitais

A Presidência assinava seis jornais impressos, oito revistas e 26 canais digitais de notícias. O fornecimento das publicações impressas foi interrompido na segunda-feira, 16, segundo o Planalto. Um edital deve ser publicado para a Presidência garantir assinaturas digitais no próximo ano. Segundo o Planalto, a ideia é assinar os mesmos canais que já são hoje acessados.

Referências : Notícias Brasil on line

Curvelo (MG) 18/12/2019 – 06:59h

José Carlos Martins

Economista graduado pela PUC-MG, pós graduando em Engenharia de Produção ,técnico em administração de empresas, ex- reservista TG 04/29 Exército Brasileiro .Membro do grupo Direita Curvelo desde outubro 2017. Cristão , conservador
José Carlos Martins
One comment to “Nem Folha de São Paulo, nem nenhum outro – Governo cancela licitação para jornais impressos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *