Fake News : é mentira que as férias do ministro da educação são irregulares

Um dia depois das críticas recebidas por Weintraub, a emissora GloboNews precisou de retratar publicamente após a publicação da notícia falsa.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, não ficou totalmente satisfeito com o pedido de desculpas feito ao vivo, nesta quarta-feira (24), por apresentadora de programa na emissora GloboNews.

A Globo acusou falsamente o ministro de esta irregularmente de férias, uma vez que está no cargo a apenas 6 meses.

Em nota o Ministério da Educação disse;

Ao contrário do que está sendo divulgado pela GloboNews, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, está usufruindo do período de férias conforme previsão legal.

Na qualidade de servidor público efetivo, ocupante do cargo de professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) desde 2014, o ministro, como qualquer outro servidor público, faz jus ao direito de férias anuais correspondente.

Cabe esclarecer que, ao assumir cargos comissionados no governo federal, o servidor mantém os vínculos com a administração pública. Dessa forma, na qualidade de servidor público federal, o ministro da Educação goza de férias anuais de 30 dias, consecutivos ou não, em consonância com o Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União

Em vídeo a Globo se desculpou:

Além da crise financeira , com ampla divulgação,  a emissora sofre de crise de credibilidade que com episódios como este só aumentam as duas crises, afinal sem credibilidade não há anunciantes.

Se houvesse vontade uma simples checagem dos fatos evitaria a vergonha.

Curvelo 25/07/2019 – 09;47h

Referências : Nota do MEC Renovamidia

José Carlos Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *