“Existe princesa preta sim”. Ministra Damares fará homenagem a garota vítima de racismo

No início do mês uma garota de nove anos foi ofendida enquanto brincava.

Criança escreveu uma carta para contar que chorou após mulher dizer que ‘não existe princesa preta’

A garota de 9 anos brincava com uma amiga, em um parque de Anápolis GO, quando foi ofendida. Depois de cinco dias triste, ela resolveu escrever a mensagem para a mãe para revelar o que tinha acontecido.

A estudante Ana Luísa Cardoso Silva, de 9 anos, escreveu uma carta para a mãe cinco dias depois de ouvir de uma mulher que “não existe princesa preta”, enquanto brincava com outra criança no Parque Ipiranga, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. No texto, ela afirma que ama a Elsa, personagem do filme Frozen.

O caso aconteceu na tarde do dia 1º de janeiro de 2020, durante um piquenique que a família resolveu fazer no parque. Na área reservada para crianças, a menina chamou outra garota para brincar de castelo e princesa. Foi quando, de acordo com Ana Luísa, que uma mulher loira, sentada num banco próximo à recreação, falou para ela que “não existe princesa preta”.

A ministra Damares ,sensibilizada com o caso , fará uma homenagem a garota. VOLUNTARIAMENTE e sem custos , funcionários do Ministério da Mulher e Cidadania irão receber Ana Luíza em carro do corpo de bombeiros, sob um túnel de espadas e uma decoração de castelo.

Depois a imprensa não sabe porque Damares é uma das ministras mais populares.

Referência : G1

Curvelo (MG) 19/01/2020 – 08:14h

José Carlos Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *