Escritora deficiente acusada de ser robô rebate com bom humor

Lia Crespo fez a nova esquerda passar vergonha.

Acusa de ser robô por Danilo Gentili e Joel Pinheiro a escritora mostrou como age a Nova Esquerda, do mesmo modo que a velha esquerda.

A conversa foi no Twitter:

Lia Crespo, teve paralisia com um ano de idade e, por isso, teve que conviver com limitações físicas desde pequena. Mas ela sempre estudou em escolas comuns, que não separavam os alunos deficientes dos não deficientes Formou-se jornalista e há muito tempo vem se dedicando a lutar contra a discriminação e pela inclusão social das pessoas com deficiências, dando palestras e participando de movimentos e encontros em todo o país.

É autora do Livro ” Júlia e seus amigos” que trata da adaptação de uma criança deficiente em sua nova escola.

Lia Crespo levou com com bom humor a canalhice da nova esquerda que também é conhecida como  isentosfera ou isentões

Precisamos de mais patriotas como Lia Crespo

Curvelo 12/11/2019 06:45h

José Carlos Martins

Economista graduado pela PUC-MG, pós graduando em Engenharia de Produção ,técnico em administração de empresas, ex- reservista TG 04/29 Exército Brasileiro .Membro do grupo Direita Curvelo desde outubro 2017. Cristão , conservador
José Carlos Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *