Ações do Congresso e do STF fazem OCDE enviar missão para apurar retrocesso no combate a corrupção.

Em junho, a Comissão Antissuborno da OCDE emitiu um alerta em relação à aprovação da Lei de Abuso de Autoridade.

Funcionários do órgão também estão preocupados com as decisões que limitaram a atuação do Coaf e da Receita Federal, entre outras.

A nota do grupo de trabalho da OCDE publicada na ocasião:

Medidas de abuso de autoridade aprovadas pelo Senado levantam preocupações sobre a capacidade do Brasil de assegurar a independência dos promotores e juízes no combate à corrupção

O Grupo de Trabalho da OCDE sobre Suborno reafirma a importância da independência dos promotores e juízes e apontou preocupação com o fato de que as conquistas do Brasil no combate à corrupção possam ser seriamente ameaçadas pelas recentes mudanças no legislativo.

Apesar de todas as ações do Congresso e do STF para enfraquecer o combate a corrupção e em consequência dificultar a entrada do Brasil na OCDE , o governo americano , através de seu site oficial publicou hoje apoio :

EUA mantém apoio à adesão do Brasil à OCDE

A declaração conjunta de 19 de março do presidente Trump e do presidente Bolsonaro afirmou claramente o apoio ao Brasil para iniciar o processo para se tornar um membro pleno da OCDE e saudou os esforços contínuos do Brasil em relação às reformas econômicas, melhores práticas e conformidade com as normas da OCDE. Continuamos mantendo essa declaração.

Apoiamos a expansão da OCDE a um ritmo controlado que leve em conta a necessidade de pressionar as reformas de governança e o planejamento de sucessão. Continuaremos a trabalhar com outros membros da OCDE para encontrar um caminho para a expansão da instituição. Todos os 36 países membros da OCDE devem concordar, por consenso, com o calendário e a ordem dos convites para iniciar o processo de adesão à OCDE.

Ficou claro na nota oficial que o apoio esta mantido mas será preservada a ordem das tratativas que colocam a Argentina e Romênia.

Eduardo e Carlos Bolsonaro responderam em suas redes sociais,

Felipe G Martins ;

Referência – Site da Embaixada EUAO Antagonista

Curvelo (MG) 10/10/2010 – 21:10h

José Carlos Martins

Economista graduado pela PUC-MG, pós graduando em Engenharia de Produção ,técnico em administração de empresas, ex- reservista TG 04/29 Exército Brasileiro .Membro do grupo Direita Curvelo desde outubro 2017. Cristão , conservador
José Carlos Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *