Revista Forbes diz: Brasil é o melhor mercado de ações do mundo agora

Em matéria publicada em 08/01/2019, a revista Forbes – uma das mais importantes do mundo escreveu : Brazil Is The Best Stock Market In The World Right Now , ou traduzindo : Brasil é o melhor mercado de ações do mundo agora. Enquanto a grande impressa brasileira só critica , o mundo e os investidores internacionais estão com grandes expectativas . E vão investir no Brasil.

veja a tradução:

É apenas uma semana de 2019 e o Brasil é o melhor mercado de ações do mundo. Parabéns, Jair Bolsonaro. Até que os tanques do exército entrem, como seus oponentes acreditavam há apenas quatro meses, o Brasil está no caminho de ser o mercado de melhor desempenho neste trimestre, se não no primeiro semestre de 2019.

Com base nas maiores transações passivas nos mercados, a iShares MSCI Brasil está superando o SPDR S & P 500, Rússia, Índia, China (China), México, FTSE Europa, Japão e o mais amplo MSCI Emerging Markets Index.

A Fitch Solutions prevê que o crescimento do PIB do Brasil atinja 2,4% este ano, acima dos 1,3% do ano passado.

A recuperação econômica do Brasil vai ganhar força nos próximos trimestres, disseram pesquisadores da Fitch Solutions em um relatório publicado na terça-feira. Eles citaram um sentimento comercial positivo reforçado pela nova administração de Bolsonaro.

A maior parte do movimento positivo na política e no mercado de ações vem do fato de que o país está emergindo de seu padrão de detenção. Desde que Dilma Rousseff foi cassada e depois destituída em um julgamento no Senado em agosto de 2016, o Brasil foi liderado pelo vice-presidente Dilma, de mentalidade reformista, mas altamente impopular, Michel Temer. Sua taxa de aprovação nunca passou 10%. Ele aprovou várias reformas – bonificações de gastos, uma nova lei trabalhista sindical, reformas da Petrobras -, mas nada disso fez com que o mercado brasileiro voltasse a funcionar.

Com fim do mandato de Temer  e o índice de aprovação inicial de Bolsonaro na faixa 60%, o clima geral no Brasil não é exatamente eufórico, mas melhor descrito como uma mistura de suspiro de alívio e espera para ver.

Os macro analistas da Fitch não acham que o Brasil está pronto para crescer como gangbusters de repente. De fato, a estimativa anterior para o PIB de 2019 era de 2,5%. Eles diminuíram porque a desaceleração econômica chinesa significa menos soja brasileira e minério de ferro indo para lá este ano.

matéria original : Aqui

 

Curta nossa página entre em nosso grupo no facebook ; Direita Curvelo MG

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *