É mentira que Papa se referiu a Sérgio Moro em video

Mais uma mentira contra Moro é desmascarada

Como o portal BR18 revelou, a gravação da mensagem estava programada desde janeiro. Como a Vaza Jato é algo de poucas semanas, fica evidente que Papa Francisco não estava motivado pelos últimos acontecimentos da política brasileira. O vídeo, na verdade, faz parte das intenções do Santo Padre para os 12 meses de 2019.

 

Na mensagem, o pontífice fala sobre a independência dos juízes e de como suas decisões influenciam direitos e bens das pessoas. Marcelo Bretas, juiz da Lava Jato no RJ, fez uma tradução livre da mensagem

“A independência dos Juízes serve para afastá-los de favorecimentos e de pressões em suas decisões. Dos juízes dependem decisões que influenciam os direitos e os bens das pessoas. Sua independência deve ajudá-los a serem isentos de favoritismo, das pressões às quais podem contaminar as decisões que eles têm que tomar. Os juízes hão de seguir o exemplo de Jesus, que não negocia nunca a verdade. Rezemos para que todos aqueles que administram a justiça trabalhem com integridade e para que a injustiça que atravessa o mundo não tenha a última palavra”.

 

Curvelo 05/07/2019 10:10h

José Carlos Martins

Economista graduado pela PUC-MG, pós graduando em Engenharia de Produção ,técnico em administração de empresas, ex- reservista TG 04/29 Exército Brasileiro .Membro do grupo Direita Curvelo desde outubro 2017. Cristão , conservador
José Carlos Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *